Sexta-feira, 19 de Agosto de 2005

Vale a pena eu regressar?

fogo.jpg
Quer acreditem ou não, esta foi a pergunta do nosso primeiro ao nosso segundo (Ministro António Costa), a propósito do estado calamitoso de um país a arder por dentro e por fora. Quer acreditem ou não, a resposta foi (segundo p próprio ministro) de que não era necessário. (vêr última edição da Visão).
Absolutamente fascinante! Realmente, haveria alguma justificação para o regresso antecipado de umas merecidas (?) férias no "quentinho" do Quénia? Só se fosse porque estava mais quentinho por aqui...
Estou a imaginar um qualquer portuga, de papo para o ar, num qualquer lugarejo da costa alentejana (qual Quénia qual caraças...) a receber uma chamada ou SMS do primo afastado a dizer: "a tua família teve um acidente de carro e estão hospitalizados"!
Sendo apenas um pouquinho estúpido, o raciocínio até poderia seria algo parecido com isto:
- Pois é... é chato! Mas... o que é que vou lá fazer? Não sou médico, não sou enfermeiro... eles já estão no hospital... está lá o meu primo...
Por muito estúpido que se seja, há perguntas que nunca deveriam ser feitas! Uma delas é a que terá feito o nosso primeiro! A decisão em regressar ou não, perante uma calamidade nacional, compete-lhe exclusivamente, não sendo delegável em ninguém!
Aparentemente, e conhecedor do facto do primero ministro não ser bombeiro, o ministro A. Costa terá respondido que não valia a pena. Fez mal!!
O nosso primeiro já demonstrou recentemente que, apenas com um pequeno esforço, e com ajuda dos seus colaboradores, consegue meter mais água que dois Canadaires e quatro helicópteros todos juntos.
Que jeito daria tanta água para apagar os fogos....
Luis Pinheiro às 20:28
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Agosto de 2005

MaKambúzios

(ou Murkões na versão Norte)
Pouca coisa há de pior que um macambúzio! Às vezes por razões pessoais, profissionais, ou mesmo por esforçada educação, temos de aturar um macambúzio...Chiça! O gajo é mesmo do piorio...
Há tempos, em vésperas de um daqueles eventos a que os media insistem chamar "actos de corrupção activa" (vulgo congressos, para os de boa fé), encontrei um colega no bar do hotel, conhecido vagamente de outros eventos similares:
-Olá, tás bom?
- (Movimento ondulante com a mão a querer dizer "assim-assim")
Sentámo-nos no "living", e o gajo sempre em silêncio.
Pedí uma cerveja, e perguntei:
- Queres uma?
- Não! Provei uma vez e detesto isso!
Calei-me logo! O gajo até parecia ofendido! No fim da bejeca, puxei por um cigarrinho (maldito vício...):
- Fumas?
- Nem pensar! Experimentei uma vez e detestei!
Mau! Daqui a bocado não tenho conversa! Descobri uma mesa de snooker alí ao pé e, num alegre e despropositado tom de voz, desafiei, fazendo menção de me levantar:
- Vai um joguinho?
- Não obrigado! Experimentei uma vez e não gostei!
Porra! Já estava pelos cabelos! Numa última tentativa de comunicação, comecei a falar dos meus "putos", dizendo o que estudavam, como eram, a idade que tinham, os hobbies, bláblábláblá...
- E tú? Tens filhos?
- Sim! UM!
Luis Pinheiro às 23:48
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|

.Eu

.pesquisar

 

.Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. "QUANDO ADIRO A ALGUMA CO...

. TEORIA DA CONSPIRAÇÃO- Mi...

. INGRATOS! SÃO UNS INGRATO...

. VOLTO JÁ!

. ESTOU MELHOR...OBRIGADO!

. Tudo tem explicação...

. Bolo-Rei

. Vale a pena eu regressar?

. MaKambúzios

. ÚLTIMA HORA - PR EM COMA!...

.arquivos

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds